Curtir no Facebook

ALIMENTOS RICOS EM FERRO E CÁLCIO

Hoje em dia com tantos alimentos elatados vendidos largamente em supermercados, biscoitos, e outros produtos que mesmo sendo tão gostosos prejudicam a nossa saúde. É normal que os brasileiros comecem a se preocupar em manter uma alimentação rica em vitaminas, fibras e proteínas que mantenham a saúde do organismo.

Hoje você vai conhecer alguns dos principais alimentos que são ricos em cálcio e ferro e quais benefícios estes dois componentes trazem ao corpo humano.

As principais fontes de ferro são: carnes vermelhas, principalmente fígado de qualquer animal e miúdos, agrião, couve, cheiro-verde, feijão, fava, ervilha, lentilha, grãos integrais, nozes e castanhas, rapadura, melado de cana, açúcar mascavo, açaí, além de todos aqueles alimentos encontrados no mercado que são enriquecidos em ferro, tais como leite, cereais matinais e trigo e outros.

Quanto aos alimentos que são ricos em Cálcio, estes são: amêndoa, brócolis, castanha do Pará, coalhada, farinha láctea, farinha de soja, leite de cabra, queijo minas, farinha de peixe, couve-manteiga, flocos de cereais e outros.

Benefícios do Ferro:
O Ferro, ao lado do Cálcio e do Colesterol são três dos principais indicadores que a pessoa deveria atentar em sua dieta. Ele é um componente vital da hemoglobina, o pigmento vermelho do sangue que transporta oxigênio para as células e retira delas o dióxido de carbono, participando assim da produção e liberação de energia no corpo.

O Ferro atua também na síntese de importantes moléculas orgânicas. Ele é essencial no processo de crescimento e desenvolvimento do organismo. Por isso, a manutenção das taxas normais de Ferro é fundamental para a sobrevivência e para o perfeito funcionamento do organismo humano. Não fica difícil assim entender sua enorme importância para os praticantes de atividade física.


A carência de Ferro é denominada anemia Ferropriva ou anemia por carência de Ferro. Toda atenção é deve ser tomada porque o Ferro é um dos principais nutrientes em déficit nas pessoas de todo o mundo contribuindo significantemente para a redução da capacidade de trabalho.


Se por um lado isso ocorre porque muitas pessoas/famílias não dispõem de recursos financeiros para adquirirem os alimentos necessários à sua sobrevivência, por outro acontece também porque podem desconhecer sobre a importância dos alimentos que são as fontes mais ricas de Ferro.


O que é anemia -
Anemia é um baixo nível de hemoglobina no sangue devido a pouca quantidade de células vermelhas ou a pouca quantidade de hemoglobina em cada célula, ou em ambos. Ela atinge uma parcela considerável da população tendo uma grande repercussão na qualidade de vida.

O aumento do risco para diversas doenças infecciosas tem relação com a redução da resistência imunológica gerada pela anemia. E aqui as mulheres estão mais sujeitas porque correm maiores riscos de deficiência de Ferro devido à perda de sangue durante o ciclo menstrual.


Os sinais e sintomas da carência de Ferro não são específicos, necessitando-se de exames laboratoriais, como o de sangue para que seja confirmado o diagnóstico. Os principais sinais e sintomas são: fadiga generalizada, falta de apetite, palidez de pele e mucosas (parte interna do olho, gengivas), menor disposição para o trabalho.


No caso desse mineral a educação nutricional é muito importante para auxiliar na escolha dos alimentos e de suas combinações, melhorando sua absorção e reduzindo sua deficiência. Grandes fontes de Ferro são: os cereais enriquecidos, vísceras animais (fígado, coração, moela etc.), carnes em geral (aves, boi, peixes etc.), frutas secas, sardinha, salsa, agrião, leguminosas, cereais integrais e algumas folhas verde-escuras (couve, brócolis, almeirão etc.).


O organismo humano armazena Ferro em alguns locais, como fígado, baço, medula e no músculo (na forma de mioglobina). Uma dessas formas de armazenamento no organismo é a ferritina, uma proteína de reserva presente em alguns órgãos que pode indicar, quando baixa, uma anemia em formação. Mas a maior forma de armazenamento de Ferro no organismo humano está mesmo no sangue. A transferrina, a proteína de ligação do Ferro no sangue é também indicativa de alterações no sangue. 
 
Benefícios do Cálcio:
O cálcio é o mineral mais abundante no seu corpo. Enquanto 99% está nos seus dentes e nos seus ossos, aonde promove a estrutura e firmeza necessárias para manter uma boa postura e evitar fraturas, os restantes 1% circulam nos seus fluídos corporais e tem papel fundamental para promover comunicação entre os neurônios, contração muscular e liberação de hormônios.
A substância está também envolvida na manutenção de membranas celulares saudáveis, melhorando a função de várias enzimas e assegurando que sua coagulação sangüínea funcione bem quando necessário.

As boas novas são que o cálcio é capaz de ajudá-la a perder peso e mantê-la saudável, além de auxiliar no relaxamento e melhorar a qualidade do seu sono.
Após a menopausa, devido principalmente à queda abrupta dos níveis do hormônio feminino estrogênio, começa a ocorrer uma importante aceleração da perda óssea. É importante lembrar que o osso é um tecido vivo e em constante renovação, ou seja, está sempre sendo produzido e reabsorvido. A falta do hormônio feminino acelera essa reabsorção.

As necessidades de cálcio diário vão depender da fase da vida: a capacidade de construir e armazenar tecido ósseo ocorre até por volta dos 30 anos, portanto, é muito importante que crianças e adolescentes tenham ingestão de cálcio adequada, entre 1200 e 1500 mg por dia. Já as gestantes e lactentes devem ingerir por volta de 1200 mg ao dia e mulheres pós-menopausa 1300 a 1500 mg / dia.
 
Boas fontes de cálcio na alimentação:
- laticínios (leite, queijo, yogurte) salmão, sardinha vegetais verde-escuros, tofu, soja, feijão, grãos integrais, amêndoas, brócolis.
É importante lembrar que a osteopenia, um passo antes da osteoporose, não dá sintomas, portanto, cuide de sua saúde de forma preventiva se alimentando bem e praticando exercícios físicos regulares. Os exercícios tornam seus ossos mais fortes.

Agora que você já conhe os alimentos ricos em cálcio e ferro é hora de começar a mudar seus hábitos alimentares evitando produtos que prejudiquem seu organismo e passando a comer aliementos mais saudáveis, correto? Até a próxima.  


Postar um comentário

0 Comentários