Curtir no Facebook

APÓS DENÚNCIA JUSTIÇA PRETENDE CANCELAR BBB12

O modelo Daniel Echaniz, primeiro brother expulso na história do BBB 12, espera "que a justiça seja feita".
Monique diz que ficou com Daniel porque quis e porque estava bêbada
Comissão da Câmara quer explicações de Boninho
Ministério Público Federal apura violação de direitos da mulher no BBB

A informação foi divulgada na noite de ontem (17), no site da Revista Caras, com base nas publicações do próprio Daniel em seu Twitter. Foi também pelo microblog que o ex-brother agradeceu as mensagens de apoio de fãs e amigos.
- Estou muito feliz com as mensagens de força e positividade. Porem, ao mesmo tempo, muito chatiado [sic] com o julgamento precipitado de muitos.
O carioca deixou o reality na segunda (16) por determinação da produção do programa e pressão do Ministério Público Federal.

Entenda o caso
Monique ficou embriagada durante uma festa de sábado (14). Já na madrugada de domingo (15), debaixo de um edredom, Daniel agarrou a estudante. A polêmica começou depois que telespectadores disseram no Twitter que ela poderia ter sido vítima de estupro.
Em um vídeo de sete minutos, divulgado no internet, é possível ver Daniel em movimentos suspeitos, como se estivesse fazendo sexo com a sister, que, por sua vez, parece dormir profundamente.
Chamada ao confessionário, a estudante disse que não teve relações sexuais com o modelo. O diretor-geral do reality show, J.B. Oliveira, o Boninho, convocou a sister para uma conversa, já que os telespectadores pediam a expulsão do participante. Monique demonstrou estar confusa: "Será que eu fiz [sexo]?"
Estupro: nova lei
No ano de 2009 o governo Lula sancionou a lei 12.015, que altera as leis 2.848 (Código Penal) e 8.072 (que trata dos crimes hediondos). Ela tornou mais severas as penas para os crimes de pedofilia, estupro seguido de morte e assédio sexual contra menores.
O autor do estupro pode pegar entre seis e dez anos de pena com prisão. A nova lei amplia a aplicação da pena para os casos que, na lei anterior, eram tratados apenas como atos libidinosos. O artigo 215 da lei diz que é estupro "ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com alguém, mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação de vontade da vítima".
Questionado pelo R7 sobre possível eficácia de um exame de corpo de delito, uma vez que, após a mudança do Código Penal, o crime de estupro não se configura somente em caso de conjunção carnal, o delegado disse que pretende ouvir os participantes envolvidos e coletar evidências exibidas no programa para embasar a abertura do inquérito.
Veja a nota oficial divulgada pela CGCOM (Central Globo de Comunicação) na noite de segunda-feira.
"Daniel foi eliminado do Big Brother Brasil 12 no início da noite desta segunda-feira devido a um grave comportamento inadequado. Após rigorosa avaliação da Rede Globo, iniciada no domingo de manhã, a notícia foi comunicada ao ex-brother. O apresentador da atração, Pedro Bial, anunciará a decisão na edição desta noite".

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Tem que cancelar essa apologia ao abuso de incapaz. Mas, num país onde "Ai se eu te pego, Ai" é sucesso, e ladrão não vai em cana, e quem deve ser punido é a Globo, vai dar em Pizza, ai se eu te pego, ai ai ...

    ResponderExcluir